OUTLANDER NA COMIC CON SAN DIEGO 2017!

painel-out

Amanhã é dia de Painel de Outlander na Comic Con San Diego 2017.  Trouxemos aqui todas as informações sobre o evento. Fique atento às nossas redes sociais e ao blog para não perder nada!

Teremos quatro eventos envolvendo a série:

  • O PAINEL OFICIAL – dia 21 de julho, sexta- feira, às 17h (horário costa oeste americana, 21h no Brasil), no Ballroom 20. Este painel contará com a participação de: Diana Gabaldon (autora dos livros), Ronald Moore (produtor da série), Maril Davis (produtora da série), Caitriona Balfe (Claire Fraser), Sam Heughan (Jamie Fraser), Tobias Menzies (Frank Randall/Black Jack Randall), Sophie Skelton (Brianna Randall) e Richard Rankin (Roger Wakefield). O painel será mediado pela atriz Jenna Dewan Tatum, envie suas perguntas para o Twitter dela!

 

  • SESSÃO DE AUTÓGRAFOS – dia 22 de julho, no estande da série, às 14h (18h no Brasil). Aliás, a Starz está postando várias fotos deste lindo estande, que conta com um reprodução muito bem feita da gráfica do Jamie (Jamie’s print shop). Na gráfica, além de tirar fotos, os fãs podem ver vários objetos usados nas gravações da série e comprar camisetas confeccionadas no próprio local. Veja as fotos ao final deste post!

 

  • PAINEL “BRAVE NEW WARRIORS” – dia 21, as 13h45 (17h45 no Brasil), no Ballroom 20, ocorrerá um painel oferecido pela revista Entertainment Weekly  que contará com a presença de Richard Rankin (Outlander), Rodrigo Santoro (Westworld), Ricky Wittle (American Gods), David Harbour (Stranger Things) e Colin O’Donaghue (Once Upon a Time), onde discutirão seus personagens, encontros esquistos com fãs (rs) e os altos e baixos de suas carreiras em Hollywood.

 

  • PAINEL DE FÃS DE OUTLANDER – Comentamos sobre isto, em primeira mão, neste post aqui.

 

Amanhã vai rolar uma live com o elenco no Facebook da revista Entertainmet Tonight, mediado pela jornalista e fã da série Leanne Aguilera , às 1h15 (horário costa oeste americana – às 17h15 no Brasil).

print7

O que acharam? Ansiosos pelas novidades que vão surgir? As Sassenachs Brasil Podcast estarão atentas a todas as informações a partir de amanhã! Siga no Facebook, Twitter e Instagram para saber de tudo!!!!

 

out painel

FOTOS DO ESTANDE DE OUTLANDER PUBLICADAS ONTEM NA PÁGINA DA SÉRIE NO FACEBOOK:

FONTE: Entertainment Weekly, The Hollywood Reporter 

Analise do trailer oficial da terceira temporada SEM SPOILERS

vlcsnap-2017-07-18-21h25m33s141

Finalmente o canal Starz resolveu lançar o trailer da terceira temporada de Outlander. Desta vez, faremos duas análises, uma COM SPOILERS e outra SEM SPOILERS. Neste post o dissecaremos sem nenhum spoiler, então se quiser assistir à série totalmente alheio às informações do livro, aqui é o seu lugar! 😀

“CLAIRE, É UMA MENINA”

vlcsnap-2017-07-18-21h26m10s058

Na primeira cena que vemos no trailer temos Claire (Caitriona Balfe) e Frank (Tobias Menzies), logo após ela ter dado à luz a pequena Brianna (Sophie Skelton). Frank parece trazer Brie para o colo de Claire pela primeira vez, e através da frase “Nós vamos ficar bem” dita por Frank, entendemos que o casal dará uma segunda chance ao casamento. Já tínhamos entendido isso na segunda temporada, porém, a chegada de Brianna parece trazer um novo respiro à vida do casal, que se demonstra afetuoso um com o outro.

vlcsnap-2017-07-18-21h26m18s378vlcsnap-2017-07-18-21h26m28s241vlcsnap-2017-07-18-21h26m34s171vlcsnap-2017-07-18-21h26m36s286vlcsnap-2017-07-18-21h26m42s718vlcsnap-2017-07-18-21h26m47s665vlcsnap-2017-07-18-21h26m52s202vlcsnap-2017-07-18-21h27m06s351

Na imagem acima Claire parece estar em um local ainda não visto na série, provavelmente na cidade de Boston onde partiram ainda na segunda temporada para iniciar uma nova etapa e, pelos trajes, parece ser nos anos 50. A imagem dos carros mais acima denota essa mesma década. Já sabemos que Claire se tornou uma cirurgiã, e como ela carrega pastas na imagem, pode estar indo para a faculdade.

“VEM PARA O PAPAI, ME DÊ UM BEIJO”

vlcsnap-2017-07-18-21h27m19s449

Nesta cena vemos uma interação entre a família Randall. Interação essa que está mais para torta de climão! hehe Pelo jeito, mesmo tentando construir sua vida nova (velha) com Frank, parece que a presença da pequena Brie é uma lembrança constante de Jamie. A reação de Claire ao ouvir Frank chamar o bebê de filha é desconcertante. Veremos mais sobre isso em outros frames.

vlcsnap-2017-07-18-21h27m44s638

TORTA DE CLIMÃO DETECTED! 

vlcsnap-2017-07-18-21h27m54s646

FRANK BOLADO 

 

“NÓS COMBINAMOS CRIAR ESTA CRIANÇA JUNTOS. MAS VOCÊ NÃO ME DEIXA PARTICIPAR”

vlcsnap-2017-07-18-21h27m59s141

A frase é bem clara: pelo jeito Claire não está deixando Frank participar da criação de Brianna, mesmo eles terem concordado que sim. E parece que essa discussão promete ser bem forte entre o casal, e que, mesmo tentando se acertar, haverá ainda muito ressentimento por parte de Frank e resistência por parte de Claire.

vlcsnap-2017-07-18-21h28m18s340

 

“VOCÊ ME PEDIU PARA QUE EU DEIXASSE PARA TRÁS TUDO QUE REALMENTE IMPORTA PARA MIM”

vlcsnap-2017-07-18-21h28m27s193vlcsnap-2017-07-18-21h28m38s045

vlcsnap-2017-07-18-21h28m41s813

Aparentemente, Claire está com muita dificuldade de deixar Jamie (Sam heughan) e sua vida com ele para trás. A joia na foto acima parece ser a que ela ganhou dele no dia do seu casamento com ele. Um suvenir que ela deve ter guardado na tentativa de manter algum tipo de contato remoto com seu amor.

vlcsnap-2017-07-18-21h28m46s561vlcsnap-2017-07-18-21h29m05s292vlcsnap-2017-07-18-21h29m19s056vlcsnap-2017-07-18-21h30m04s627

vlcsnap-2017-07-18-21h30m14s416vlcsnap-2017-07-18-21h30m25s197

vlcsnap-2017-07-18-21h30m29s796

Uma série de momentos diferentes da família Randall marcados por diferentes fases na vida de Brie: nas primeiras imagens vemos ela criança, depois no aniversário de 16 anos e por fim em sua formatura do ensino médio. Quando a conhecemos, na segunda temporada, ela já conta com 20 anos, e acredita ser filha de Frank. Munida agora da informação de que é, na verdade, filha de Jamie Fraser, como será que ele encarará essa nova faceta de sua vida? Falaremos mais disso depois.

“O QUE VOCÊ QUER DE MIM?”

vlcsnap-2017-07-18-21h31m20s974

“EU QUERO SABER QUANDO VOCÊ VAI VOLTAR DO PASSADO!”vlcsnap-2017-07-18-21h31m27s545

Mais frames do que parece ser uma longa discussão entre o casal Randall, já que estas acima não são as únicas imagens desta mesma briga. Novamente, vemos Frank implorando a Claire que abandone sua vida passada e ela jogando na cara dele o peso da vida que deixou pra trás. Muito ressentimento aqui, meus amigos!

vlcsnap-2017-07-18-21h31m32s437

vlcsnap-2017-07-18-21h31m36s953

É interessante observar que esta primeira parte do trailer é bem focada em Frank e Claire. Segundo o produtor da série, Ronald D. Moore, é importante vermos como este relacionamento se desenvolveu ao longo desses 20 anos. Ele afirma que esta relação foi muito marcante nas vidas de Claire e Brianna e, por isso, parece que a série irá mostrar bastante disso na terceira temporada. Falamos mais da participação de Frank neste post aqui.

“EU VOLTEI PARA CASA”

vlcsnap-2017-07-18-21h32m15s915vlcsnap-2017-07-18-21h32m20s011vlcsnap-2017-07-18-21h32m24s626vlcsnap-2017-07-18-21h32m40s943vlcsnap-2017-07-18-21h32m49s302vlcsnap-2017-07-18-21h32m57s596

vlcsnap-2017-07-18-21h33m07s124

Se a primeira parte foi dedicada a Claire, a segunda é voltada para Jamie e o que está acontecendo em sua vida ao longo desses vinte anos. Vemos que está de volta a Lallybroch, sua casa, porém é surpreendido por um grupo de casacas vermelhas do exercito inglês que o prende. O trailer dá a entender que Jenny (Laura Donnelly), irmã de Jamie, tem algo a ver com prisão. Não sabemos o motivo para ele ir preso e nem se sua irmã realmente tem algo a ver com isso. O que vocês acham?

“EU FALEI PRA VOCÊ DA MINHA ESPOSA. VOCÊ DISSE QUE ELA MORREU.”

vlcsnap-2017-07-18-21h33m37s142

“NÃO. EU DISSE QUE ELA SE FOI.” vlcsnap-2017-07-18-21h34m05s717

Aqui temos o deslumbre de um personagem que já vimos na segunda temporada, Lord John Grey, porém aqui mais velho e interpretado por um novo ator, David Berry. A cena, no trailer, é subsequente à prisão de Jamie, o que nos faz pensar que talvez esse personagem seja responsável por conduzir Jamie até a prisão. Porém, na cena anterior a esta, Jamie foi levado por uma carroça e John Grey não parecia estar presente. Aqui está sendo levado a pé. Para quem não lembra, John Grey foi o soldado inglês que tentou matar Jamie no episódio “Je suis Prest”, na temporada 2. Jamie escapa da situação porque usa Claire como uma falsa refém inglesa e, para protegê-la, John sai do acampamento.

Na terceira temporada se encontrarão de novo, mas agora, mesmo em situação de guarda e prisioneiro, parecem estar se dando bem. Será que eles lembram que já se conhecem?

“NÓS TEMOS QUE CONFIRMAR SE JAIME ESTÁ VIVO. DEVE HAVER ALGUM REGISTRO”

vlcsnap-2017-07-18-21h34m17s650vlcsnap-2017-07-18-21h34m41s827

Roger (Richard Rankin) e Brianna parecem estar dispostos a ajudar Claire a encontrar Jamie. No final da segunda temporada, vimos uma discussão não muito agradável entre mãe e filha, que depois acabam fazendo as pazes. O clima mais “pacífico” entre elas deve continuar na terceira, já que Brie está também no encalço de Jamie, seu verdadeiro pai. Gostaria muito de ver Brie questionar mais a mãe a respeito do pai biológico. Há quem diga que ela aceitou a verdade muito rápido. Vocês concordam?

A foto e a fala abaixo provam essa parceria entre Brie e Claire:

“NÓS VAMOS ENCONTRÁ-LO”

vlcsnap-2017-07-18-21h34m48s818

vlcsnap-2017-07-18-21h34m52s904vlcsnap-2017-07-18-21h35m11s451vlcsnap-2017-07-18-21h35m14s670

Considero as fotos acima as mais ‘mamilescas’ (literalmente) de todas! haha Quem já sabe sobre os novos personagens da terceira temporada , lembra que esta é Geneva Dunsany (Hannah James). Pelos olhares, parece que vai rolar um “clima” entre ela e Jamie. Isso parece ser um outro momento de Jamie durante a temporada, pois ele está com o cabelo mais comprido, em uma casa bonita e com boa aparência, aparentemente depois de sua prisão.

vlcsnap-2017-07-18-21h35m02s021

Chuto que o cavaleiro a esquerda é Jamie. O que será que ele está fazendo bem vestido e nessa mansão maravilhosa?

“HÁ 20 ANOS, EU FECHEI A PORTA PARA O PASSADO…

vlcsnap-2017-07-18-21h35m34s898vlcsnap-2017-07-18-21h35m38s457

Mais uma fala demonstrando a vontade de Claire de deixar o passado pra trás. Porém, os objetos que guardou do tempo que passou com Jamie denotam que essa escolha talvez não foi 100% cumprida.

… E FOI A COISA MAIS DIFÍCIL QUE JÁ FIZ…

vlcsnap-2017-07-18-21h35m46s825vlcsnap-2017-07-18-21h35m49s753

Claire já atuando como cirurgiã. Será que ela lançará mão de seus conhecimentos sobre medicamentos do passado para atuar como médica no futuro?

vlcsnap-2017-07-18-21h35m52s277

Jamie em alguma batalha, provavelmente Culloden.

vlcsnap-2017-07-18-21h36m05s208

Pela cara de choro, Claire deve estar falando ou lembrando do passado. 😦 Os cabelos brancos acusam algum momento na década de 60, pois ela já apresentou este visual nesta época durante a segunda temporada.

…NÃO POSSO PASSAR POR ISSO DE NOVO!”

vlcsnap-2017-07-18-21h36m14s610

Claire mostrando relutância em voltar para o passado.

vlcsnap-2017-07-18-21h36m49s446

Finalmente o casal 20, Brie e Roger, vão sair do modo flerte e ter alguma ação na terceira temporada! ALELUIA!!

vlcsnap-2017-07-18-21h36m53s006

Mais um personagem novo da terceira temporada, Joe Abernathy (Will Johnson). Ele parece ser amigo e/ou colega de Claire. No teaser também lançado ontem pela Starz, eles aparecem conversando sobre Jamie, então, ele provavelmente será um confidente de Claire.

vlcsnap-2017-07-18-21h36m58s035

Jamie em batalha! Mais uma vez aposto em Culloden.

vlcsnap-2017-07-18-21h37m13s311

Claire e Frank em um momento íntimo. Será que vão conseguir se conectar depois de tudo que a Claire passou?

vlcsnap-2017-07-18-21h37m28s414

Roger estava certo, então. Há mesmo registro escrito de Jamie estar vivo. E Claire vai encontrar um documento mostrando isso 🙂

“EU O ENCONTREI!”

vlcsnap-2017-07-18-21h37m31s681

Em um primeiro momento, esse parece ser o fim do trailer, pois logo após esta cena vemos a propaganda da estreia. Porém, logo em seguida temos mais imagens de Claire usando roupas típicas do século XVIII (opa!).

“EU QUERO VOLTAR!”

vlcsnap-2017-07-18-21h37m39s641vlcsnap-2017-07-18-21h37m51s394vlcsnap-2017-07-18-21h38m04s410vlcsnap-2017-07-18-21h38m20s521vlcsnap-2017-07-18-21h38m24s390vlcsnap-2017-07-18-21h38m31s215vlcsnap-2017-07-18-21h38m33s901vlcsnap-2017-07-18-21h38m38s817

Os frames acima apresentam uma Claire sorridente e apreensiva ao mesmo tempo ao chegar em um local chamado “A. Malcolm”. Ela se demonstra feliz e nervosa ao entrar no local. O que ou quem será que ela pretende ver? Especulem nos comentários! rs

Pelo que vimos do trailer, teremos Claire e Frank nos anos 40,50 e 60. Isso é percebido pelas roupas e cortes de cabelo. Como vocês acham que serão mostradas estas fases? De forma linear ou com flashbacks (cenas que lembram o passado) e flashforwards (cenas que adiantam o futuro)? E o mesmo acontecerá com Jamie, que também aparece em momentos distintos de tempo? VAMOS CONVERSAR 🙂

Especulem bastante nos comentários, como aqui é o post SEM SPOILERS não esquecem de colocar um aviso caso queiram comentar algo que posso entregar algo da trama, está bem? Se quiserem ler o post COM SPOILERS, clique aqui.

Não deixe de nos seguir no Facebook , Twitter  e Instagram  para não perder nenhuma novidade da série!

Outlander 1ª temporada: Curiosidades e Bastidores do episódio “The Reckoning” (S01E09)

Resultado de imagem para outlander the reckoning

“I’ve always known I’d live a life unlike other men. When I was a lad, I saw no path before me. I simply took a step and then another; never forward, never toward some place I knew not where. And then one day I turned around and looked back, and saw that each step that I had taken was a choice: to go right, to go forward, or even to not go at all… The sum of those choices become your life.”

Outlander – The Reckoning

Se você assistiu à primeira temporada enquanto ela estava sendo exibida, deve lembrar que ela foi dividida em duas partes: do primeiro ao oitavo episódio ela foi exibida em 2014 e do nono ao décimo sexto em 2015.

Então, em 2015, os fãs de Outlander tiveram de esperar um tempo até série retornar de seu  hiatus para conhecer a completude da história que o canal Starz pretendia mostrar na primeira temporada. Esse retorno se deu justamente no episódio “The Reckoning” (traduzido na Netflix como “A Conta”), e este é o episódio que desvendaremos um pouco mais neste post.

JAMIE NARRADOR

Até este episódio, a narração ficava a cargo de Claire (Caitriona Balfe) e, assim, enxergávamos os acontecimentos pela ótica dessa personagem. Em “The Reckoning” é a primeira vez que essa situação muda, e vemos a descrição dos fatos pela visão de Jamie (Sam Heughan).

Segundo produtor Ron Moore e o  roteirista Mattew B. Roberts, a decisão quebrar o ciclo de narrações da Claire quase foi abandonada: “estávamos tão acostumados com a narração dela, que quando lemos a voz de Jamie no roteiro, em princípio, nos pareceu estranho. Mas depois da leitura do episódio completo, nos ficou claro que se tratava de uma história mais do Jamie do que dela, e então retomamos a ideia inicial de colocá-lo na narração” afirmaram os dois.

Além disso, de acordo com Moore, era uma forma de reforçar para a audiência que não se tratava apenas de uma história da Claire, ou seja, que a história de Outlander também é do Jaime e por isso seria interessante mostrar um episódio sob o olhar dele.

UM EPISÓDIO QUE SERIA DOIS

Resultado de imagem para outlander the reckoning JAMIE

Podemos dividir este episódio em pelo menos três grandes acontecimentos: o resgate de Claire, o embate entre Claire e Jamie e o retorno ao castelo Leoch.

A ideia inicial do produtor era fazer pelo menos dois episódios para abarcar tais eventos, sendo que um deles seria focado no resgate e na briga, e o segundo seria mais voltado para questões políticas em Leoch. Depois de muita análise, perceberam que um único episódio com os três eventos seria mais unificado, especialmente se quisessem manter a ideia da narração de Jamie.

Também foram necessários alguns cortes de cenas para torná-lo mais conciso. A cena que mais “doeu” para cortar, segundo Mattew, foi a do ritual de Jamie vestindo seu kilt. Para gravá-la, a produção fez questão de chamar no set um escocês autêntico para demonstrar passo a passo o ritual. No fim das contas, a cena virou a clássica cena título do episódio, fazendo parte apenas da abertura. Veja a cena completa aqui.

Mattew reforça, ainda sobre esta mesma cena, que a ideia era fazer um paralelo como um cena lá do início da temporada em que Sra. Fitzgibbons (Annette Badland) veste Claire com as roupas do século XVIII, com intuito de mostrar que vestir-se naquela época, tanto homens quanto mulheres, não era uma tarefa tão simples, por isso a palavra ritual é muito bem empregada aqui.

RESGATANDO CLAIRE

Resultado de imagem para outlander the reckoning JAMIE

Há algumas diferenças entre série/livro em relação a esta cena. O leitor só fica sabendo a forma como Jamie salvou Claire porque o primeiro a conta depois do ocorrido, isto é, o leitor não acompanha o desenrolar da ação, e aprende a repeito disso a partir de um diálogo entre os dois personagens principais. Na série, vemos tudo acontecendo, passo a passo, e não a partir de um relato de um dos personagens.

Outra diferença é em relação a proibição que Dougal (Gavin Mactavish) dá a todos de não matar ninguém, o que explica a arma descarregada de Jamie. Na série Jamie consegue passar pelos guardas sem precisar matar nenhum deles. Nos livros, no entanto, ele mata um soldado com uma adaga para se defender de um tiro que quase o acertou, logo que entra no castelo. Ao ouvir os gritos de Claire por socorro, ele sai correndo desesperado e pega a primeira coisa que enxerga, no caso a arma descarregada do guarda.

Ron chama a atenção para as incríveis atuações de Tobias e Caitriona: Menzies se entrega a cena com uma intensidade tão impressionante nos fazendo odiar ainda mais Black Jack Randall, e Balfe consegue personificar brilhantemente a sensação de uma pessoa que está sendo capturada, todo o pânico e o desespero dessa situação. Divinos como sempre!

Sam também está muito bem! Inclusive, vale comentar aqui, que todas as cenas de ação são feitas por ele, sem dublês. YOU GO SCOT!

BRIGA E PUNIÇÃO

Resultado de imagem para outlander the reckoning JAMIE

Mais diferenças entre o texto de Diana Gabaldon e o programa de TV.  Apesar de ser bem fiel aos livros, a cena é bem mais condensada na série. Nos livros a briga é bem mais longa, e já começa na cavalgada e se estendendo por mais um bom tempo depois.

Ron destaca mais uma vez a atuação de ambos os atores, e diz ter uma preferência especial pelo momento em que eles ficam cara a cara (como mostra a foto acima). Moore fez o possível para manter esta cena o mais fiel possível, mas ressalta que na TV, muitas vezes, é preciso fazer escolhas difíceis em matéria de adaptação, em especial quando se quer dar um destaque a mais a interação de personagens. Portanto, optou tornar a cena da briga mais focada nos momentos que vimos no episódio.

Imagem relacionada

Depois de uma briga descomunal em que envolve troca de ofensas (algumas incompreensíveis para Jamie rs) e acusações, o casal resolve fazer as pazes e se perdoar. Quer dizer, era o que parecia. Numa das cenas mais controversas de Outlander, Jamie resolve punir Claire por ter exposto seu grupo aos casacas vermelhas. Puni- la fisicamente!

O que parece um total absurdo para a mulher dos anos 40 (e para nós), é totalmente corriqueiro para um homem dos anos 1700. Mais uma vez os personagens se deparam com um choque de costumes que diferem de seus dois mundos. Se por lado há de se questionar a respeito da atitude de Jamie agredir Claire, por outro talvez tenhamos que entender o momento em que personagem se encontra e não avaliar a cena com “os olhos de hoje.”

Ron e Mattew afirmam que a cena é uma das mais importantes de toda a história. Ela representa uma mudança central em Outlander e, por isso, deveria ser feita com muito cuidado. Nunca houve o pensamento de excluir a cena, porém ela demandou muita conversa na sala de roteiristas e muitos ensaios com Sam e Cait, para que não ficasse em um tom e objetivo indesejados.

A opção escolhida por eles, foi tentar deixar a cena “mais leve”. A estratégia foi usar uma música que emulasse um tom mais cômico para tranquilizar o público no sentido de mesmo se tratando de um momento tenso, no final das contas, tudo ficaria bem.

Infelizmente, a série excluiu um diálogo que daria mais contexto a esta cena, no qual Jamie conta a Claire como as punições funcionavam em sua casa, e como seu pai costumava puni-lo quando fazia algo errado, usando a violência física. Com isso, entendemos que este tipo de comportamento foi normatizado na criação de Jamie, o que explica porque ele não enxerga problemas nesta atitude.

É importante mencionar também, que nos livros a cena possui uma conotação mais sexual. Moore e Roberts decidiram excluir esta conotação na série logo de cara. Eles afirmaram que a cena, feita desta forma, não teria o mesmo efeito visualmente: “uma coisa é ver, outra é ler” encerrou o assunto Moore.

O que vocês acham desta cena? Comentem aí, por favor 🙂

Por falar nisso, comentamos bastante sobre esse episódio no nosso primeiro podcast sobre a série. Ouça aqui.

LEOCH

No retorno a Leoch temos os conflitos entre o clã Mackenzie resolvidos depois de muitas discussões. Porém, Claire e Jamie ainda não estão totalmente bem depois do ocorrido.

Como se não bastasse, Jamie ainda tem que lidar com as investidas de Laoghaire (Nell Hudson).

Moore e Roberts, mais uma vez, elogiam a atuação dos nossos protagonistas. Afirmam ainda que mesmo a série tendo várias cenas de ação e explosões, são as cenas de carga dramática que exigem mais da produção e dos autores, simplesmente porque eles querem fazer jus à importância delas, e porque são elas que ilustram a evolução das personagens.

Essa cena possui também algumas diferenças em relação aos livros. Jamie e Claire fazem as pazes antes de chegar no castelo. Aliás, é só neste momento que ele dá a Claire o anel de casamento (que não é o anel que ela ganha na série feito a partir da chave de Lallybroch e sim uma aliança de prata com flores desenhadas). Leia mais sobre o episódio “The Wedding” aqui.

Apesar das diferenças, a essência da cena é preservada, em matéria de falas e acontecimentos. Tanto no livro quanto na série Jamie faz o juramento, e em ambas as mídias eles fazem sexo de forma a “possuir a alma um do outro” e, no final, encontram o mau agouro embaixo da cama, situação cujo os desdobramentos veremos em dois episódios depois, em “The Devil’s Mark”, leia mais sobre esse episódio aqui.

Resultado de imagem para outlander the reckoning gif i cannot possess your soul losing my own

O que vocês acham deste episódio? Deixa aí sua opinião nos comentários 🙂

**Gostaria de encerrar este post com um agradecimento especial a minha mana/colega de blog Vilma Vicente que me ajudou muito nas diferenças entre série e livro 🙂

Resultado de imagem para thank you sassenach gif

FONTE: Outlander Official Podcast

Dia de lançamento da 3 temporada de Outlander descoberto pelos fãs? E mais novidades sobre a série!

Resultado de imagem para outlander terceira temporada netflix

Segundo o jornal The Scottish Sun fãs da série teriam decifrado a data exata do lançamento de Outlander a partir de uma pista lançada pelo canal Starz.

O que se sabe até o momento é que é certo que a série retorna no mês de setembro. Atualmente, o canal está reprisando as temporadas 1 e 2 de Outlander, e de acordo com a quantidade de episódios, o último, Drangonfly in Amber, deve ir ao ar no dia 15 de setembro.

Além disso, é possível que a nova temporada seja exibida aos domingos, como costumam ser todas as produções de Starz.

Se fosse exibida logo após o final das reprises, chegamos na data de 17 de setembro. Porém, este é justamente o dia em que o Emmy Awards será exibido e, dificilmente, o canal irá concorrer com a audiência da maior premiação da TV americana.

Com isso, nos resta a data de 24 de setembro! Sendo este o último domingo de setembro pós Emmys, os fãs acreditam que a série irá estrear neste dia.

Ora ora ora, parece que encontramos alguns “Xeroque Holmes” por aqui, não é mesmo? O que acham da data? E das evidências? Especulem a vontade nos comentários 😀

Resultado de imagem para outlander claire e frank

ATENÇÃO SPOILERS DO LIVRO “O RESGATE NO MAR”! Continue por sua conta e risco!!

Outra notícia que anda rondando o mundo de Outlander é uma maior participação de Tobias Menzies em futuras temporadas da série. Quem leu o terceiro livro da série, a estas alturas, já sabe que os dois personagens de Tobias já morreram na estória.

Porém, Ron Moore, produtor da série, afirmou para o site Outlander TV News  que a produção de TV tem interesse em uma participação maior de Tobias ainda na quarta temporada, que irá adaptar o quarto livro, Os Tambores de Outono.

Ele diz que Frank Randall possui suma importância na criação de Brianna (Sophie Skelton) e representa para ela uma figura paterna em oposição à Jamie (Sam Heughan).

O produtor ainda afirmou que se trouxesse um dos personagens de volta seria através de algum flashback  ou retomando algum momento importante da vida de algum deles, mas isso depende de como a série irá se encaminhar daqui para frente.

O que vocês acham? Gostariam de ver algum destes personagens de volta?

Imagem relacionada

E para encerrar o combo de notícias, FINALMENTE a Netflix anunciou a estreia da 2ª temporada de Outlander em sua plataforma: dia 15 de julho!

Depois de muitas reivindicações de fãs será possível maratonar a segunda temporada a tempo da estreia da terceira. Aliás, já agendou a sua maratona?

Enquanto aguarda as estreias todas da série não deixa de ler o nossa análise do teaser trailer da 3 temporada! Leia aqui!

Imagem relacionada

FONTE: The Scottish Sun, Outlander TV News 

Outlander 1ª temporada: Curiosidades e Bastidores de “The Devil’s Mark” (S01E11)

Resultado de imagem para diana gabaldon devil's mark

Claire:  “I only regret I have but one life to lose for my country”

Geillis: “Nicely Put”

Outlander – Diana Gabaldon

Uma das coisas mais interessantes da primeira temporada de Outlander  – o que também pode ser atribuído à capacidade incrível da Diana Gabaldon de criar reviravoltas maravilhosas – é a quantidade de episódios em que a estória passa a tomar um novo rumo e somos surpreendidos com informações completamente novas sobre as personagens.

“The Devil’s Mark” (“A marca do diabo”- tradução nossa) é um destes episódios. Diferentemente de “The Wedding” (cujo o post você pode ler aqui) em que vemos uma transforação nas jornadas de Claire (Caitriona Balfe) e Jamie (Sam Heughan), no décimo primeiro episódio da primeira temporada é a hora de descobrir surpresas sobre a personagem Geillis (Lotte Verbeek).

QUEM É GEILLIS?

Resultado de imagem para diana gabaldon devil's mark

Geillis Duncan é uma das personagens mais instigantes, misteriosas e carismáticas da série. Até o momento deste episódio é difícil saber quais são suas reais intenções e de onde ela tira tanto conhecimento sobre a coisas. A interpretação de Letta é muito acertada, pois ela consegue interpretar de forma sutil alguns elementos que compõem sua personagem, tais como, o misticismo, a sedução e a ironia, sem deixá-la caricata. É difícil não ser capturado por sua imagem e presença que combina excentricidade e sensualidade na medida certa.

Essa excentricidade é muito contrastante quando a colocamos lado a lado com Claire. Enquanto a última, conforme a narrativa progride, tenta parecer ambientada a nova realidade, a primeira sempre destoa dos demais personagens no seu visual e atitude, que lembram muito sua época oriunda.

Para Ron Moore, produtor executivo da série, umas das coisas mais interessantes de Geillis foi filmá-la no início da temporada com a noção de que ela era viajante do tempo sempre presente, porém tentando ocultar tal informação do telespectador até o momento da revelação.

Quanto a essa diferença,Toni Graphia, roteirista da série, destaca o figurino da senhora Duncan. Segundo ela, a personagem não usa roupas e sim “fantasias”, pois a cada novo dia ela precisa decidir que pessoa nova ela vai ser: curandeira? ativista? viúva? bruxa? fazendeira sedutora? E apesar de todos os disfarces, no fundo, Geillis tem muita dificuldade de esconder quem realmente é.

DIFERENÇAS LIVRO E SÉRIE

Imagem relacionada

Para gravar a cena do tribunal, Ron e Toni basearam – se em tribunais contemporâneos sem esquecer de um toque de época e de características da cultura escocesa. A ideia inicial é que fosse uma cena  curta, já que o episódio possui alguns acontecimentos impossíveis de ignorar entre Claire e Jamie os quais eles gostariam de dar destaque. No entanto, dada as brilhantes interpretações de Lotte e Bill Paterson (que interpretou o advogado de defesa Ned Gowan) ficou impossível deixar a cena menos tempo do que vemos em tela.

Uma diferença importante entre a série e o livro foi usar a personagem Laoghaire (Nell Hudson) como uma das testemunhas. A participação desta personagem nos livros restringe-se a colocar o boneco embaixo da cama de Claire e fazer com ela vá a casa de Geillis para que sejam presas juntas. Nos livros Claire nunca vê Laoghaire e nunca a confronta, como na série, onde ela inclusive dá um tapa na cara da moça.

Segundo Moore, a presença de Lao no tribunal justifica-se por ele achar que a acusação de Claire e Geillis precisava de mais evidências. Já Diana Gabaldon, à época da exibição do episódio, declarou em seu facebook que essa mudança também implica em uma decisão da série de tornar,desde o princípio, a personagem Laoghaire em uma vilã, a colocando em oposição à Claire. Diana disse compreender a decisão do seriado em fazer isso logo no início, pois não se sabia se seria um sucesso ou não e, portanto, era necessário tornar as cenas o mais dramáticas possíveis sem ter a preocupação imediata com questões de temporadas futuras (aqui quem sabe o plote e/ou leu o terceiro livro compreende os possíveis problemas).

1968

Imagem relacionada

Após ouvirem algumas acusações de pessoas que alegaram ver ambas as personagens envolvidas com magia negra, ficou difícil para elas escaparem da sentença. Mas em uma de muitas reviravoltas deste episódio,  padre Bain (Tim McInnery) afirma que Claire salvou o menino Tammes Baxter enquanto ele foi incapaz de fazê-lo. Mesmo apresentando um depoimento comovente e suficiente para inocentá-la, a audiência não acredita e acha que Claire está dando um golpe diabólico em cima do padre!

Para o advogado Ned, a única saída é tentar salvar UMA das duas apenas, e ainda afirma que Geillis era considerada bruxa pelo povo muito antes de Claire e, assim, quem deveria morrer era a primeira. Com isso, Claire se vê em uma decisão bem difícil: salvar a si mesma e deixar Geillis morrer ou morrer junto com ela.

Resultado de imagem para 1968 geillis gif

E, como sabemos, Claire não abandona Geillis. E depois que a sentença das duas é declarada, em meio ao caos em que se torna o tribunal, Geillis faz a revelação que pega (os que não leram o livro hehe) todos de surpresa com a resposta de uma pergunta que Claire havia feito anteriormente: 1968!

Em uma cena editada de maneira esplêndida, o telespectador, inicialmente, se sente tão perdido quanto Claire e não compreende o que Geillis quer dizer. Só alguns momentos depois ela entende a resposta da amiga e tudo passa a fazer sentido: Geillis também vem do futuro!

Interessante perceber como as viagens das personagens se diferem: enquanto para Claire foi um acidente, Geillis foi por decisão própria. Claire passou parte do tempo querendo voltar para casa enquanto Geillis viajou para fazer mudanças em seu país.

Essa situação também difere nos livros, pois no texto de Diana, o leitor sabe do ocorrido através de uma lembrança de Claire depois do tribunal. Já na série descobrimos ainda durante este momento, dividido em duas etapas. Primeiro a revelação por Geillis, depois a compreensão dos fatos por Claire.

Imagem relacionada

A MULHER DO FUTURO

Resultado de imagem para I am from the future claire

Depois de salvar o dia e finalmente (já estávamos com saudade) aparecer para salvar sua amada, Jamie Fraser acaba por descobrir o verdadeiro passado (futuro?) de Claire.

As atuações dos nossos queridos protagonistas estão incríveis nesta cena: de um lado todo o peso dramático do momento que Cait sempre entrega com muita densidade e perfeição, e do outro toda a descrença e atordoamento que Sam consegue transmitir muito bem de seu personagem.

Moore analisa esta cena como uma das mais esperadas pelos espectadores sendo que finalmente Claire pode contar a alguém seu segredo.

“GOODBYE, SASSENACH”

Imagem relacionada

Como se “The Devil’s Mark” não houvesse sido surpreendente o suficiente, mais um personagem toma uma atitude inesperada. Jamie após descobrir a verdadeira sobre sua mulher, decide que o melhor a fazer, afim de realizar o que julgava ser seu desejo e protegê-la, é levá-la de volta às pedras e assim enviá-la para seu futuro (presente?).

A cena de sexo que ocorre um pouco antes de Jamie comunicar sua decisão a Sassenach quase foi cortada do episódio por Moore. Segundo ele, a cena parecia deslocada e desnecessária : “será que precisávamos de mais uma cena de sexo?” ele disse. A cena só foi ao ar porque Graphia “invadiu” o escritório dele para defendê-la, de acordo com a roteirista ela se justifica porque Jamie julgava esse ser seu último momento com Claire, ele queria lembrar dela, memorizar seu rosto, ele achava que estava a perdendo.

Não apenas a existência da cena foi questionada como o tipo de relação que eles teriam também. A maioria dos homens presentes na produção, segundo Graphia, Incluindo o diretor Mark Barker, queriam que Jamie fizesse amor com Claire de maneira mais convencional. Graphia e Moore defenderam que a cena deveria focar-se no prazer de Claire e no fato de Jamie estar olhando para o rosto dela durante este momento.

Imagem relacionada

Quando Jamie chama Sassenach para ir para casa, ela pensa ser Lallybroch mas na verdade ele a leva para Craigh na Dun, local onde ela chegou no passado. Não é a primeira vez na temporada que Claire tem a chance de ficar próxima às pedras, porém é a primeira vez em que vemos dúvida no rosto da nossa protogonista estando tão perto de voltar a sua antiga vida.

Na cena seguinte não foi necessário nenhuma fala. Apenas a contemplação de Claire para seus dois anéis, que são símbolo de sua vida dupla, acompanhada de uma tocante trilha sonora composta por Bear McCreary que compõe lindamente o momento!

Imagem relacionada

Talvez Claire tenha decidido ficar no passado como forma de gratificar o sacrifício feito por Geillis. Além de amor que ela sente por Jamie, obviamente, escolhendo ficar onde está e não retomar sua antiga vida, a sua nova condição passa a ser mais significativa, o que não torna a morte de Geillis em vão.

Gostou deste post? Gosta deste episódio? Deixa ali nos comentários suas impressões! 😉

Texto bem interessante sobre a Geillis:

http://seriemaniacos.tv/personagem-maniaco-geillis-duncan-outlander/

FONTE: Outlander Official Podcast

Painel dedicado aos Fãs de Outlander na Comic Con San Diego 2017!

Resultado de imagem para outlander san diego

Habemus novidades Sassenachs! Haverá um painel totalmente dedicado aos fãs de Outlander na edição 2017 da Comic Con de San Diego!

Se por acaso você tiver a oportunidade de ir a San Diego vou sentir muita inveja sua  vai poder participar de uma conversa com as maiores podcasters e blogueiras sobre Outlander do mundo, como Ginger (The Outlander Podcast), sua irmã Summer do mesmo podcast, Mandy (Great Scot Blog) e Sarah (Outlander TV News).

Elenco e produção da série, que já participam do evento desde 2014, já estão confirmados para 2017. A novidade,então, é um painel totalmente dedicado aos FÃS desta querida série! Lá, junto com as mediadoras, poderão conversar muito sobre todo o universo criado por Diana Gabaldon.

Ainda não há nenhuma data ou horário confirmados, portanto, fiquem atentos às nossas postagens aqui no blog e nossas redes sociais para saber de todas as atualizações!

Gostaram da novidade? Vai pra San Diego? Conta aqui pra nós!

FONTE: Outlander TV News

Outlander 1ª temporada: Curiosidades e Bastidores do episódio “Sassenach” (S01E01)

Resultado de imagem para sassenach episódio CLAIRE 40'S

“People disappear all the time. Young girls run away from home. Children stray from their parents and are never seen again. Housewives take the grocery money and a taxi to the train station. Most are found, eventually. Disappearances, after all, have explanations… Usually.”
Outlander – Diana Gabaldon

Depois da ótima recepção de vocês querid@s leitor@s do post sobre o episódio “The Wedding” (leia mais aqui), vamos iniciar uma série de postagens com curiosidades e informações de vários episódios de Outlander,até setembro, quando estreia a terceira temporada. Achamos que é uma ótima maneira de matar a saudade da nossa amada série, não é mesmo?

O primeiro episódio da primeira temporada de Outlander foi ao ar nos Estados Unidos em agosto de 2014, e veio carregado de muita expectativa, afinal de contas, finalmente o best seller de Diana Gabaldon iria sair dos livros para as telas, e os apaixonados leitores estavam ansiosos para ver como seus amados personagens seriam adaptados para a TV.

Resultado de imagem para sassenach episódio CLAIRE 40'S

FOTOGRAFIA

Um dos aspectos mais bem trabalhados na série de TV, sem dúvida, é a fotografia. A gente sabe que nenhuma imagem real é capaz de substituir a da nossa imaginação, porém, há de reverenciar o quanto a produção valoriza as belas paisagens e locações, “abusando” da vantagem que tem em relação aos livros com o destaque visual que a telinha pode trazer.

Ronald D. Moore, produtor da série, chama atenção para as nuances de cor que há no episódio Sassenach.

Na fase em que mostra Claire (Caitriona Balfe) e Frank (Tobias Menzies) nos anos 40, houve uma escolha por cores fortes e primárias (com predominância do azul) e um destaque nos figurinos, especialmente usados por Claire. Enquanto o ambiente tinha uma palheta mais acinzentada e sóbria, o figurino era colorido e protuberante.

Resultado de imagem para claire and frank gifs outlander

MÚSICA E DANÇA

Já comentamos aqui no blog sobre a maravilhosa música de abertura (leia mais aqui). Mas não é a única parte em que a música é destaque! Desde a primeira cena pós abertura, em que Claire e Frank estão passeando pela Escócia de carro, ouvimos a batida típica dos anos 40, o que, além do figurino, também ajuda a situar o telespectador no tempo. Mais adiante no episódio, logo após Claire atravessar o portal, a trilha ganha a força da gaita de folhe típica escocesa para mostrar que ela podia estar no mesmo local mas em um tempo diferente. A maneira como o som foi editado nesta última cena é incrível, pois há uma conversão perfeita entre os sons dos tiros e a música alta das gaitas.

A dança também é um elemento forte em Sassenach. O inesquecível ritual ao redor das pedras, que hipnotizou Claire e Frank, foi gravada várias vezes e de diversas formas até o momento em que produtor e diretor acharam que tinha conseguido captar a magia que a cena requeria.

A música e a fotografia desta cena também são maravilhosas. Ronald fez questão de usar luz natural em boa parte da cena e torná-la o mais orgânica possível, como se parecesse uma cerimônia real. Na música ouvimos a prevalência do som de tambores, que remontam rituais africanos antigos.

O FANTASMA

Imagem relacionada

Uma das cenas mais misteriosas e evocativas do livro não poderia faltar neste episódio: a aparição do fantasma de Jamie!

A esse respeito, Moore afirma que optou por modificar um pouco dos livros (lá Jamie observa Claire de uma cerca), porque achou que o local escolhido para a filmagem elucida bem a sensação um pouco sinistra e mágica que a cena traz.

O produtor também afirma que não quis utilizar nenhum tipo de efeito visual na cena, como transparências ou fazer com que Jamie desaparecesse magicamente. E sim que parecesse ao mesmo tempo assustador e REAL para Frank.

Esse momento ainda não foi explicado nos livros (Diana prometeu respostas no livro 10) e na série, e mesmo que não tenha acrescentado à história da Claire até então, ele pode servir como mais uma maneira de situar leitores e telespectadores ao ambiente mágico e, porque não, surreal da Escócia onde tudo pode acontecer.

ATRAVESSANDO O PORTAL

Imagem relacionada

Embora tenhamos falado anteriormente que trata-se de um episódio muito musical, na talvez cena mais importante, na cena em que muda a vida da Claire para sempre, o uso da música é ofuscado pelo som perturbador do vento, um zumbido que faz nossa heroína pensar que as pedras estão se dirigindo a ela.

Aliás, o uso do silêncio nas cenas durante e após o portal é predominante. Além de preferir o silêncio à trilha sonora nestes momentos, Moore fez questão de ser fiel ao livro na descrição que Claire faz ao tentar explicar a sensação de atravessar as pedras, na qual ela compara ao acidente que sofreu com os pais.

O silêncio só é quebrado, como foi mencionado anteriormente, com o golpe da música escocesa enquanto Claire tenta escapar dos tiros. A música foi tocada por um banda escocesa local.

A pedra que Claire toca na série é diferente. O produtor justifica a escolha pois para ele esta ficou melhor no vídeo e mais oponente do que a pedra divida em dois (split stone) mencionada nos livros.

SASSENACH

Resultado de imagem para sassenach episódio

Umas das coisas mais incríveis de Claire, de acordo com Moore, é que ela não é uma viajante do tempo descrita por Gabaldon de forma estúpida ou fútil. Nas palavras de Ronald “ela não chega em 1743 perguntando onde está o telefone”, e sim ela vai percebendo as mudanças e vai estranhando seu novo ambiente de forma sutil. Uns dos principais indícios para Claire foi perceber,por exemplo, a ausência de luz elétrica ou o “sumiço” da cidade de Inverness. 

Além de perceber essas diferenças, ela sagazmente usa os conhecimentos do futuro para adquirir a confiança dos Highlanders. Desde de colocar o braço de Jamie no lugar correto, até elucidar os escoceses da iminente emboscada inglesa atrás da colina, aos poucos, a sassenach vai ganhando o respeito e se tornando parte do grupo.

Aliás, mencionamos bastante isso no nosso primeiro podcast sobre a série! Ouça para saber mais 😉

Gostaram deste post? Deixa ali nos comentários o seu feedback! Diz para nós quais episódios da série vocês estão ansiosos para ler aqui, queremos a sua contribuição!

FONTE: Official Outlander Podcast, Screener

Outlander 1ª temporada: Bastidores e Curiosidades sobre o episódio “The Wedding” (S01E07)

Resultado de imagem para THE WEDDING OUTLANDER

“Ye are Blood of my Blood, and Bone of my Bone,
I give ye my Body, that we Two might be One.
I give ye my Spirit, ‘til our Life shall be Done.”
Diana Gabaldon, Outlander

O sétimo episódio da primeira temporada de Outlander é considerado um dos mais celebres da série. Após assistir a oito episódios em que Claire (Caitriona Balfe) tenta se ambientar a sua nova realidade, vimos os dois protagonistas forçados a viver uma nova situação: um casamento arranjado por Dougal (Gavin Mctavish)! Com intuito de proteger Sassenach das mãos do terrível Black Jack Randall (Tobias Menzies), Jamie (Sam Heughan) aceita o desafio (se é que foi desafiador pra ele rs) de se casar com essa inglesa até então estranha e desconhecida. A situação também se apresenta difícil pra ela, pois ela já é casada, em outro tempo, com outro homem. Com certeza, um divisor de águas que muda o destino dos dois pra sempre!

Resultado de imagem para THE WEDDING OUTLANDER

O FIGURINO

Um dos destaques de The Wedding, com certeza, é o figurino. O vestido de Claire foi confeccionado especialmente para este episódio. De acordo com  Terry Dresbach, figurinista da série, há uma diferença significativa entre o vestido de noiva usado por Claire nos anos 40, em seu casamento com Frank Randall, e o usado em 1743. O primeiro era mais simples, minimalista, sem babados e com cores neutras. O segundo vestido possui um belo bordado no corselete e metros e metros de tecido. O vestido foi feito à mão, e extremamente fiel a costuras feitas na época. É interessante como a série faz paralelos entre passado e presente de Claire mostrando as diferenças entre as duas cerimônias, o figurino é um dos indícios dessas diferenças.

Jamie vestiu uma roupa tradicional escocesa. Segundo Dresbach, a intenção era fazer com o visual dele fosse também fiel à época e que fosse muito romântico. Nas palavras da figurinista “Queríamos que Jamie parecesse um sol, e o mais humanamente possível romântico”

DIFERENÇAS DO LIVRO E DA SÉRIE

Resultado de imagem para THE WEDDING OUTLANDER

Ronald D. Moore, produtor executivo e desenvolvedor de Outlander na TV, diz que nos livros a cena do casamento dura páginas e páginas do livro, porém para a adaptação seria complicado transpor esse longo momento em um único episódio de TV. Isso causou uma discussão entre ele e sua esposa, que por sinal é a referida figurista da série e grande fã da história,  pois para Terry esse momento merecia um único episódio. A saída, então, para Moore, foi mesclar a narrativa com flashbacks do passado de Claire e “quebrar” a sequência do casamento, fazendo assim uma narrativa não linear do ocorrido,  em que o clímax é o que acontece entre Jamie e Claire no quarto de núpcias. O que funcionou muito bem! Parece que sua mulher estava certa, Ronald 😉

AS FAMIGERADAS CENAS DE SEXO

Imagem relacionada

Como tod@s sabemos, a cenas de sexo em Outlander causam muitos comentários eufóricos pela internet, e é tópico constante de perguntas em entrevistas com o elenco e produção.

Pois elas são um dos pontos altos deste episódio. Moore faz uma análise muito interessante de como as cenas ilustram bem a evolução do relacionamento do casal ao longo do episódio.

Resultado de imagem para claire and jamie gifs

Na primeira tentativa de intimidade entre os dois, percebemos o quanto ambos estão desconfortáveis com a situação. Há tensão no ar, ambos se despem de forma um pouco contida, e ainda há pressão dos convidados embaixo na expectiva da consumação do casamento. Na hora do ato, Jamie, em um dos momentos mais engraçados do episódio, pensa que deve fazer com Claire o que via os cavalos fazendo no estábulo. O sexo é rápido, Claire reclama que Jamie a está esmagando e ele, ao final, parece satisfeito porém pensando que talvez não fosse só aquilo. É legal de ver também que Jamie se preocupa com o que Claire achou e pergunta se foi prazeroso pra ela também o que ela jura que sim, porém não transparece tanto.

Resultado de imagem para claire and jamie gifs

Já na segunda tentativa, VITÓRIA! Logo após um momento em que o casal passa a sentir mais a vontade juntos, e bem justo depois que Jamie e Claire compartilham suas lembranças sobre a cerimônia do casamento (aaah os votos!), ela pensa que talvez eles mereçam uma segunda chance. Moore reforça que, nesse segundo momento, há um outro estágio no qual a adrenalina, o desejo, e a paixão falam mais alto. Eles ainda são relativamente desconhecidos um para o outro, porém (e isso é nítido desde princípio da história) há uma química e conexão muito forte e inegável entre os dois.

Resultado de imagem para claire and jamie pearls gifs

E no final, o AMOR! A última cena íntima entre os dois, é feita de forma terna, romântica, em um outro estágio do casal. Essa preocupação com a construção dos personagens e da relação entre eles durante as cenas mostra um dos pontos mais positivos de Outlander: as cenas de sexo não são gratuitas e sim acrescentam e muito à história e ao desenvolvimento das personagens. O produtor fez questão de retirar essas cenas do livro tal qual foram escritas por Diana Gabaldon.

Há muitos aspectos interessantes a respeito desse episódio que ainda poderiam ser analisados, tão rico e bem feito que ele é! Se gostarem desse de repente rola uma PARTE 2! Diz aí nos comentário se você quer mais informações desse episódio e se você quer posts parecidos com este sobre outros episódios.

Quer saber mais? Esse vídeo aqui do Outlander Portugal está legendado e tem várias informações legais!

FONTE: Imdb, Outlander Official Cast, Outlander Portugal

Poderia a Ilha Príncipe Eduardo fazer parte do próximo livro de Outlander? Autora diz SIM!

Em entrevista ao site CBS News Diana Gabaldon comentou a possibilidade da ilha Príncipe Eduardo  fazer parte de futuros livros da série Outlander. A autora estava visitando a ilha canadense para autografar livros e aproveitou para fazer um tour histórico por lá! Confira a tradução da matéria na íntegra com os comentários da autora sobre o assunto!

© Angela Walker/CBCDiana Gabaldon, the author of the popular Outlander series, is visiting Prince Edward Island with plans to include it in her next book.

Um tour histórico pela ilha Príncipe Eduardo pode levar a popular autora Diana Gabaldon incluir a província em um de seus futuros livros.

Conhecida por sua série de livros Outlander, Gabaldon concordou em visitar a ilha e fazer uma sessão de autógrafos se ela pudesse ficar um dia extra e ter um tour guiado.

A autora participou do Festival Frye na cidade de Moncton (Canadá) no fim de semana do dia 30 de abril antes de viajar para a ilha.

Os livros e a popular série de TV contam a história de uma  enfermeira do exército britânico da segunda guerra mundial, Claire Randall, que foi transportada de volta no tempo em 1743. Lá ela é forçada a se casar com um guerreiro escocês, Jaime Fraser.

Os livros seguem as aventuras do casal através do tempo.

Um pouco de Planejamento

Gabaldon disse a apresentadora do programa Mainstreet Angela Walker que apesar de ela não planejar seus livros com muita antecedência, ela já sabe algumas coisas que serão incluídas, mas ainda não sabe como as irá incluir.

“Bem, uma das coisas que sei é que os sobreviventes do Castelo Leoch, os MacKenzies, depois de Culloden foram alguns dos Highlanders (escocês oriundos das Terras Altas) que subiram a costa Atlântica. E estou razoavelmente certa de que se estabeleceram aqui na ilha do Príncipe Eduardo. ”

Depois de pedir por um dia extra, a autora disse que os donos do Projeto Bookmark ofereceram cobrir sua estadia e proporcionar um tour em troca de uma sessão de autógrafos realizada na noite de  segunda – feira (1/5) no Centro de Convenções.

Gabaldon disse que o décimo livro provavelmente será o último da série.

“As pessoas são interessadas principalmente nas personagens. Elas querem saber o que aconteceu com essas pessoas, elas querem segui-las, elas se importam com elas imensamente.”

“E se as pessoas esgotam de coisas para ler, elas voltam ao começo e recomeçam a leitura apenas para passar mais tempo com essas pessoas cujas as personalidades elas tanto apreciam.”

O que acharam da entrevista? Ansiosos para os próximos livros?

CONTA AÍ PRA NÓS NOS COMENTÁRIOS!!

FONTE: MSN entertainment

A MÚSICA DE ABERTURA DE OUTLANDER

 

“Sing me a song..”

É inevitável! Basta ouvir apenas uma vez a música Skye Boat Song para que ela penetre nas nossas mentes! E mesmo após assistir a muitos episódios da série a gente NÃO pula a maravilhosa abertura só para poder ouvi-la mais uma vez.

Pois bem, trata-se de uma canção folclórica escocesa que remonta a fuga do Princípe Chales Stuart (na série interpretado pelo ator Andrew Gower ) de Uist para a ilha Skye após sua derrota na Batalha de Culloden em 1746. Ouça a versão original aqui!

Há várias versões da música feitas ao longo dos anos, algumas instrumentais e outras com letra. Uma das mais conhecidas foi feita pelo grupo The Corries nos anos 70 na qual ainda utilizam a letra original porém com uma melodia diferente.

Sim! A letra da música da abertura de Outlander não é a original, e sim uma poema  de 1892 chamado Sing me a song of a Lass that is Gone escrito pelo poeta escocês Robert Louis Stevenson e adaptado para a série por Bear McCreary compositor responsável pela linda trilha sonora do programa de TV. Além de Outlander ele também compôs as trilhas de Battlestar Galactica e The Walking Dead. 

A versão que ouvimos na abertura foi interpretada pela cantora Raya Yarbrough.

Então fiquem com mais um vídeo dessa belíssima canção, dessa vez ao vivo, interpretada por Bear na gaita e Raya nos vocais!

 

FONTE: Wikipedia